Centro Terapêutico Máximo Ravenna dá dicas para se manter firme na prática esportiva

Valéria Leonhardt, da clínica de Brasília, explica como os exercícios físicos podem ser aliados na hora de colocar em prática as metas de 2018

Todo início de ano é uma nova oportunidade de mudança e uma chance de ajustar o que ficou pendente. Com isso, a promessa de incluir exercícios físicos na rotina se torna comum e é presença garantida nas listinhas de “metas para 2018”. Valéria Leonhardt, coordenadora de atividade física do Centro Terapêutico Máximo Ravenna de Brasília diferencia os tipos de atividades físicas e suas finalidades, para ajudar a completar a missão até o final do ano.

O primeiro passo para praticar um exercício físico é consultar um médico para fazer uma avaliação completa da saúde. É ele que vai apontar o que precisa ser melhorado e os cuidados necessários durante a trajetória, para não ter lesões. “Essa avaliação permite definir com segurança qual modalidade escolher e a intensidade correta para iniciar”, afirma a especialista.

Um programa de condicionamento físico completo precisa colocar em prática força, flexibilidade, resistência muscular e estímulos cardiovasculares. Com a função de prevenir lesões dos músculos e tendões, e aliviar as dores do pós-treino, os exercícios de flexibilidade e alongamento podem ser feitos no ínicio da rotina, junto ao aquecimento, e em alguns casos, também pode ser realizado no meio da série.Um programa de condicionamento físico completo precisa colocar em prática força, flexibilidade, resistência muscular e estímulos cardiovasculares. Com a função de prevenir lesões dos músculos e tendões, e aliviar as dores do pós-treino, os exercícios de flexibilidade e alongamento podem ser feitos no ínicio da rotina, junto ao aquecimento, e em alguns casos, também pode ser realizado no meio da série.

É possível conquistar força e resistência física em atividades como musculação, pilates, yoga e ginástica localizada. Valéria explica que trabalhar essas modalidades ajudam na melhora dos movimentos do cotidiano. “Ao aprimorar essas especialidades há o impacto positivo de movimentos do dia-a-dia como de se sentar, levantar, puxar e empurrar objetos, além de subir escadas”, conta.

Os exercícios aeróbicos precisam estar presentes nos programas de atividades físicas e recebem esse nome por conta do processo de oxigenação dos músculos. Eles aceleram os batimentos do coração, fazendo com que o órgão precise bombear o sangue mais rápido. Corridas, caminhadas, natação e andar de bicicleta são alguns tipos de treinos que se encaixam nesta categoria.

Ao seguir um treinamento completo e contar com a supervisão de um profissional, chegar no fim do ano com a meta concluída se torna mais fácil e ainda previne o corpo de doenças relacionadas ao sedentarismo. “Ser ativo ajuda a evitar a obesidade e todas as doenças associadas à ela”, finaliza Valéria.

Informações adicionais sobre o Método Ravenna e as clínicas podem ser encontradas no site www.maximoravenna.com.br e nas redes sociais @maximoravenna.